Dez séries para quem ama histórias sobre o mundo do Direito

Não é só nos filmes que o universo do Direito tem ganhado protagonismo. Nas últimas décadas, o tema vem sendo usado como pano de fundo de diversas séries televisivas, que mostram a busca por justiça, casos reais e ficcionais e o progresso de personagens na advocacia. Listamos abaixo as 10 séries que os apaixonados pelo universo jurídico precisam maratonar!

– How to get away with murder

A série de suspense se desenvolve em torno da vida profissional e pessoal de Annalise Keating (Viola Davis), uma advogada e professora de Direito Criminal em uma prestigiada universidade da Filadélfia. A história se inicia quando ela escolhe cinco alunos que se destacam na disciplina para trabalhar em seu escritório, e o grupo se envolve em um caso de assassinato. Com seis temporadas, a obra produzida pela premiada Shonda Rhimes teve início em 2014 e foi finalizada em 2020. Está disponível na Netflix. Nota IMDb: 8,1

– The good wife

Após um grande escândalo político e sexual que tem como desfecho a prisão de seu marido, o procurador Peter Florrick (Chris Noth), Alicia Florrick (Julianna Margulies) precisa voltar ao mercado de trabalho para sustentar a casa e seus dois filhos adolescentes. Ela consegue uma vaga na empresa de um antigo colega de faculdade e retoma a carreira como advogada. Muitas tramas jurídicas se desenrolam enquanto Alicia se transforma de esposa envergonhada publicamente a mulher bem-sucedida. O drama criminal foi finalizado em 2016, com sete temporadas, e está disponível na Amazon Prime Video. Nota IMDb: 8,3

– The good fight

Derivada de “The good wife”, a obra tem como protagonista Diane Lockhart (Christine Baranski), advogada e sócia de Alicia Florrick (Julianna Margulies). Ela fica desempregada e perde todas as economias após um golpe econômico destruir a reputação de sua afilhada, Maia (Rose Leslie). As duas, então, se juntam a Lucca Quinn (Cush Jumbo) para trabalhar em um promissor escritório de advocacia de Chicago. A 5ª temporada estreou em junho. A série pode ser assistida na Amazon Prime Video. Nota IMDb: 8,3

– Suits

Os talentos de Harvey Specter (Gabriel Macht), advogado conhecido em Manhattan, e Mike Ross (Patrick J. Adams), um jovem que não concluiu a faculdade de Direito, se completam e eles formam uma grande dupla. Mesmo sem ter a licença para advogar, Mike conquista um importante lugar no escritório, onde contribui com seu talento e memória brilhantes. Já Harvey passa a aprender com o pupilo uma nova forma de lidar com os casos dos clientes. As nove temporadas da série finalizada em 2019 estão disponíveis na Netflix. Nota IMDb: 8,4

– When they see us

Baseada em fatos reais, a série conta a história de cinco jovens negros acusados injustamente de estuprar Trisha Meili, uma mulher branca que estava correndo no Central Park, em Manhattan, quando foi atacada, em 1989. Nos quatro episódios, são mostrados os detalhes de um dos mais famosos casos de erro do Judiciário da história dos Estados Unidos, reconstruindo a trajetória dos jovens desde os interrogatórios até o acordo indenizatório com a prefeitura de Nova Iorque, em 2014. A série estreou em 2019, na Netflix. Nota IMDb: 8,9

– Law & order

Ambientada também em Nova York, a série mostra a resolução de crimes complexos sob duas perspectivas: a investigação do delito e o andamento do processo no sistema de Justiça. Encerrada em 2010 após 20 temporadas, o clássico é um dos dramas de maior duração nas produções americanas. Além disso, inspirou spin-offs como “Law & Order: Special Victims Unit”, “Law & Order: Los Angeles”, “Law & Order: Trial by Jury” e “Law & Order: Criminal Intent”. Disponível na Amazon Prime Video. Nota IMDb: 7,7

– Making a murderer 

A história de Steven Avery, que passou 18 anos preso por uma condenação de agressão sexual e tentativa de homicídio que não cometeu, é contada nas duas temporadas da série documental. Após ser solto, em 2003, ele passa a ser o principal suspeito da morte da jornalista Teresa Halbach, sendo preso novamente em 2005 e condenado dois anos depois. Ao longo dos 20 episódios, a produção filmada por 13 anos remonta as investigações, julgamentos e reviravoltas do caso. Pode ser assistida na Netflix. Nota IMDb: 8,6

– Bull

Inspirada na trajetória de Dr. Phil McGraw, psicólogo que auxiliava advogados na defesa de seus casos, a obra ficcional tem como protagonista o advogado Jason Bull (Michael Weatherly). Ele é um consultor de julgamentos que comanda uma talentosa equipe em sua empresa, a Trial Analysis Corporation. O grupo usa a psicologia e a tecnologia, além da intuição, para desvendar a “ciência de julgamentos” e orientar os advogados dos clientes na condução dos casos. Com seis temporadas, está disponível na Amazon Prime Video. Nota IMDb: 7,0

– For life

Aaron Wallace (Nicholas Pinnock) foi condenado à prisão perpétua por uma acusação injusta. Na penitenciária, ele se torna advogado, passa a se representar no tribunal para provar sua inocência e ajuda na defesa de outros presos. A história é baseada na vida de Isaac Wright Jr, empresário e produtor musical preso por um crime que não cometeu e que precisou aprender o Direito para se inocentar. Isaac auxiliou na construção do roteiro da série produzida pelo rapper 50 Cent. Está disponível na Netflix, Globoplay e Amazon Prime Video. Nota IMDb: 7,7

– Scandal

Após gerir a área de comunicações da Casa Branca, a advogada Olivia Pope cria sua própria empresa de gerenciamento de crises, a Olivia Pope & Associates (OPA). Junto à equipe de juristas, ela atua para evitar que seus clientes – grandes personalidades da elite – tenham a reputação abalada e se envolvam em escândalos. Criada por Shonda Rhimes, a série é parcialmente inspirada na trajetória de Judy Smith, ex-assessora de imprensa de George W. Bush e co-produtora executiva da obra. Scandal pode ser assistida na Amazon Prime Video. Nota IMDb: 7,7

*Fotos: Divulgação

Compartilhar: